sábado, 13 de fevereiro de 2016

Como eu escolho meus piercings


Toda e qualquer modificação corporal deve ser feita por gosto de quem ira modificar o próprio corpo. Mas tem vezes que o impulso do desejo imediato torna-se um arrependimento. Como eu nunca me arrependi das modificações que já fiz, vim dar algumas dicas de como não cair no truque da sua própria mente.

1º - Respire
Por mais que você tenha tido uma vontade muito forte subitamente e o bodypiercer está logo ali ao lado, pare e respire. Dê tempo à si mesma para assimilar a possibilidade.

2º - O quanto afeta
Ok, você realmente quer, mas você pensou que o ambiente daquele trabalho maravilhoso que você tanto quer pode te excluir da vaga por conta de uma joia?
Existe a possibilidade de só colocar um retensor no lugar todo dia. Mas você está disposta á essa manutenção diária? (Além do mais, existem alguns piercings que são delicados demais para se mexer todos os dias, você já procurou à respeito?)

3º - Ó dúvida cruel
Mesmo que todos os ambientes que você frequenta são maravilhosos e aceitação é rotina (lucky you!), Decidir por uma jóia mais permanente no seu corpo pode, e provavelmente vai gerar dúvidas.
Então, o que fazer?

Simule...
Eu tenho grandes dúvidas se poderei fazer o piercing medusa/philtrum e o labret vertical ou normal, além de não ter certeza se quero as cicatrizes que elas deixam permanentemente. Então em dias que eu quero sair muito montada sabe o que eu faço?
Colo a jóia medusa e encaixo um anel aberto no lábio.
Se eu decidir que de fato eu quero, é porque eu já pensei e simulei e tenho certeza que não vou me arrepender.


Enquanto eu não tenho certeza, eu vou brincando com as possibilidades!
Não se esqueça: Seja feliz; seja você!
Bjosss

6 comentários:

  1. Eu já tenho 4 piercings 2 na cartilagem no nariz, um no septo e outro labret, mas ainda quero fazer um microdermal. Mas como eu sou uma desastrada isso fica um pouco difícil. Daí to quase desistindo...

    Eu acho que a gente tem que pensar mesmo, bastantão... para depois não pagar e se arrepender, ou pior, ter que ficar com as cicatrizes na cara ou não poder usar por causa do trabalho. Mas minha área é bem liberal neste quesito, quanto mais maluco mais "normal" :/

    Amo demais esse medusa! *-* quando eu desistir do septo eu furo o medusa também, a loka dos piercings heuaheuaheua mas eu preciso lembrar de guardar dinheiro para futuras tatuagens.

    Beijos!!!

    madessy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é como piercing é rápido de fazer, é mais fácil fazer no impulso as vezes né?
      Eu não gosto de fazer as coisas no impulso, mesmo que isso aconteça algumas vezes... hehehe
      Bjosss

      Excluir
  2. Adorei a dica, Alê!
    Só tenho piercings na orelha, mas tenho muita vontade de fazer o labret normal, mas rola aquela insegurança ainda :D

    Onde vc conseguiu esse anel tão fininho? Ele ja veio cortado assim?

    Beijos, seu blog tá incrível! =**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse anel era um piercing captive (aquele que fecha com uma bolinha e é um parto pra por e tirar) aí eu peguei um alicate abri um pouco mais pra caber melhor no meu lábio...
      Brigada pela visita e apoio aqui no blog...
      Bjoss Isa!

      Excluir
  3. Meus piercings foram bem pensados, mas porque eu tava tomando coragem pra sentir a dor e não por medo de arrepender depois.. rs
    Do jeito que pensei primeiro fui lá e fiz. Até hoje não me arrependi de nenhum não. E olha que a maioria já tenho faz tempo. ^^
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso!
      assim que eu acho muito loko, porque eu sinceramente não entendo quem faz piercing e depois de, tipo, 4 meses vai e tira falando que cansou...
      Eu tenho alguns meus à uns 4-5 anos, e não pretendo tirar não!
      Mas que bom que você faz consciente suas modificações corporais :)
      Bjoss Mone

      Excluir