sábado, 10 de janeiro de 2015

Estamos comprando ou consumindo ?

Pois é hoje o assunto é sério...

Atualmente eu me peguei fora de mim, e eu não tenho bem a certeza se a "culpa" é minha ou do ambiente ao qual estamos inseridas.

Isso porque eu costumo ser bem teimosa e sei muito bem aquilo que gosto e que me representa, mas ao mesmo tempo tem tanta coisa acontecendo ao nosso redor - que inclusive não tem nada a ver comigo ou com a minha realidade -  fazendo o papel de hipnotizador e sugador de cérebros e opiniões próprias. Nossa!


Felizmente eu sei parar, respirar e falar à mim mesma: "Bicha, você não é assim!".

Hahaha... Eu me apaixonei pela estética alternativa (muitas vezes criticada pela comunicação em massa) e percebi que essa estética diferente me representa muito mais.
Por isso mesmo consumir os produtos anunciados a torto e a direito não fazem parte daquilo que busco pra mim.

Não me privo de comprar em lojas encontradas nos shoppings, pelo contrário, eu busco nas lojas comuns, peças extraordinárias e representativas da minha personalidade. 
Logo pra eu não me perder, eu sempre me organizo, e a forma mais efetiva de fazê-la, creio eu, seja fazendo listas de desejos e reposições




Existem vários objetos que são desejo porque
 são,mesmo que seja difícil usar sempre, 
existem peças que você sabe que quando usar (pra sair normalmente) e irá arrasar!
Essa peça é um desejo.

Existem roupas mais comuns que usamos o tempo todo, são mais versáteis e são as que ficam 
velhas primeiro, logo trocar será uma necessidade.
Essa peça é uma reposição.

Pode parecer tola essa organização mas faz realmente toda a diferença. Eu andei fazendo uma e estou a caminho de finaliza-la... especialmente porque eu tinha muita peça na lista para reposição de antigas. Você já fez a sua lista?

4 comentários:

  1. Eu também não tenho essa necessidade maluca desenfreada de sair comprando tudo, mesmo que seja no meio da estética que eu curto. Eu fico doida com as coisas, é claro! É claro que eu também desejo um montão de coisas também, mas eu sempre deixo passar alguns dias para perceber se eu ainda continuo pensando em tal coisa que queria "TANTO" e tal. Se for algo que vou usar com frequência, eu sempre compro na hora, mas quando é mais coisa "rolê" e pá, sempre deixo pensando, e pensando, e pensando. E nunca me arrependo. É muito difícil eu gastar dinheiro com coisas que não vou usar. Tenho orgulho desse meu lado. Adorei seu post! <3

    4sphyxi4.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, fico muito feliz em ver que não sou a única pensando dessa forma.
      Deve ser horrível comprar um monte coisas e depois quando for sair dá uma de louca e falar "ai, não tenho nada o que vestir". Sério, nunca me vejo nessa posição. Ainda bem!
      Bjoss 4sphyxi4!

      Excluir
  2. Eu adorei essa sua organização em 'wishlist' e faz tempo que quero fazer a minha pra não esquecer.... muita coisa tá na minha wishlist há tempos, mas ainda não pude comprar. Acho que é aí que entra a questão de necessidade. Será que eu preciso mesmo dessa peça? Preciso dessa peça pra ontem ou eu posso esperar um pouco mais? Como não tenho muita grana, eu tenho que sempre pensar muuuuuito antes de realizar uma compra. Hoje em dia eu aprendi isso, a moderar nas compras e saber o que quero realmente. É foda quando aquele sapato foda fica empacado anos na sua wishlist , mas é a vida. A gente não pode é se martirizar por isso...Gostei muito do teu questionamento nesse post.

    Beijão Alê! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi MAYYY,
      (já me sentindo super intima sua!)
      Pois é as dilmas não estão sobrando aqui em casa também, por isso eu me organizo em prioridades, e assim a gente vai aos poucos realizando os desejos conforme vai dando...
      E outra, dá muito mais gosto comprar assim, pois cada objeto que você compra é uma conquista e uma confirmação daquilo que você foi capaz de atingir...
      Bemmmmm melhor!
      Ai May, volte sempre... pois eu também tô indo sempre no seu blog! :D
      Bjosss

      Excluir